NOTÍCIAS

Cultivo de gergelim e amendoim são alternativas para sistema de produção e geram renda

DIVERSIFICAÇÃO DE CULTURAS

Embrapa apresenta cultivares na Tecnofam 2024, que será realizada no MS entre os dias 16 e 18 de abril

Os produtores rurais do Centro-Sul do Brasil têm um desafio há muito tempo: a questão de alternativas à soja, ao milho e ao algodão, “quase sempre em sistemas de baixa sustentabilidade”, como fala o pesquisador da Embrapa Agropecuária Oeste, Fernando Mendes Lamas. Mas não é somente ele quem diz isso.

Há muito tempo, instituições de pesquisa, como a Embrapa, vêm pesquisando alternativas para diversificar o sistema de produção e levá-las até à assistência técnica e ao produtor rural: Sistema Plantio Direto, Integração Lavoura-Pecuária, Consórcio de Milho com Braquiária e tantos outros ativos tecnológicos foram e são desenvolvidos com o intuito de melhorar a agropecuária brasileira.

Na busca por alternativas, atualmente, duas culturas estão sendo apreciadas pelos produtores: amendoim e gergelim. Mato Grosso, por exemplo, é um estado com uma área considerável de gergelim, cerca de 170 mil hectares, sendo cultivado sempre após a soja. “O amendoim vem crescendo aqui na região Centro-Sul do Brasil. São Paulo é o maior estado produtor de amendoim [724,1 mil toneladas, na safra 2022/2023]. Em Mato Grosso do Sul, dadas suas condições de clima, o amendoim também vem ocupando um espaço muito interessante [cerca de 7 mil hectares], especialmente quando se trata de reforma de canaviais”, afirma Lamas, tendo o amendoim, neste estado, ganhado espaço nas regiões dos municípios de Nova Andradina e de Glória de Dourados. O pesquisador diz que o amendoim, hoje em dia, apresenta uma rentabilidade atrativa para o produtor rural e isso está animando o setor.

Um ponto ressaltado é quanto à qualidade dos dois produtos, principalmente, do amendoim. Há determinadas condições ambientais que favorecem o estabelecimento de um fungo chamado Aspergillus flavus, que produz uma toxina venenosa para o ser humano. Por isso, o produtor deve ficar atento a condições no campo, como a época de semeadura e a forma de colheita, para evitar que esse fungo se reproduza na cultura. https://7c1edabce11b6e2d00edaf5e80dc382a.safeframe.googlesyndication.com/safeframe/1-0-40/html/container.html

Na Tecnofam 2024, que será realizada de 16 a 18 de abril, haverá cultivares de amendoim e de gergelim da Embrapa que poderão ser vistas no campo, no Parque de Exposições de Dourados, MS, local onde o pesquisador Lamas estará mostrando e tirando dúvidas sobre elas. Veja quais são e clique no link para conhecer um pouco sobre cada uma. Amendoim BRS 421 OL, Amendoim BRS 423 OL, Amendoim BRS 425 OL e Amendoim BRS 426 OL.  Gergelim BRS Morena, Gergelim BRS Seda e Gergelim BRS Anahí.

Em resumo, amendoim e gergelim são alternativas para os modelos que estão predominando, tanto em Mato Grosso como em Mato Grosso do Sul. Mato Grosso do Sul, soja e milho, e, em Mato Grosso, soja e milho, soja e algodão. “Esses dois produtos hoje têm uma demanda no mercado internacional muito significativa, especialmente o mercado europeu, que é um mercado muito exigente em termos de sistema de produção”, diz Lamas.

Fonte: Embrapa Agropecuária Oeste
Foto: Pexels