12 de julho de 2024
NOTÍCIAS

ABIC apresenta índice de oferta de café para a indústria (IOCI), referente ao mês de junho de 2024

SETOR CAFEEIRO

A Associação também divulga dados da safra de café no Brasil em 2024 

Segundo a Associação Brasileira da Indústria de Café, ABIC, entre 17 e 28 de junho de 2024, o Índice de Oferta de Café para a Indústria (IOCI) foi indicado como Suprimento Seletivo tanto para o café Arábica (5,12 pontos) quanto para o Conilon (5,66 pontos). O fato de o indicador ter se mantido em Seletivo em ambos os casos, aponta que as empresas, de todos os portes, não têm a oferta regular de café em grão, com o abastecimento sendo gradual e seletivo. O indicador de normalidade é de 7 a 9 pontos. Durante os últimos meses, o Suprimento vem se mantendo seletivo, mesmo com a entrada da nova Safra Brasileira de Café.

Mesmo o indicador apontando para o suprimento seletivo, não há falta de café. Devido à volatilidade do preço da matéria-prima, há maior pressão nas negociações, causando insegurança tanto para quem vende quanto para quem compra. 

Por ser uma Commodities, o mercado de café brasileiro acompanha o preço internacional. Porém, no varejo, o repasse é lento, pois, apesar da matéria-prima corresponder a 70% do custo total do café industrializado, existem outros fatores, como concorrência e negociação com o varejista, que contribuem para que o consumidor não sinta de imediato o efeito desta volatilidade no valor do produto final.

Como é calculado o IOCI?

O Índice é formado através de cálculos originados de três avaliações de cada empresa participante (voluntário):  

a) “dificuldade de abastecimento” (quantidade disponível);
b) “dificuldade com qualidade” (qualidade desejada do produto oferecido);
c) “dificuldade com a fonte” (vendedores tradicionais de cada indústria).

A atribuição de valor é feita para cada uma das categorias acima mencionadas, usando a Ficha de Avaliação abaixo, periodicamente por cada indústria participante. Com esses valores, é calculada a média ponderada das respostas (IOCI), o que indica desde o “suprimento inviabilizado” até a “normalidade”.  

Sendo assim, e segundo a escala abaixo, quanto menor o valor, pior é a oferta de café verde. Por outro lado, quanto maior o valor do IOCI, mais facilidade a indústria tem em efetuar as suas compras de matéria-prima.

Safra de café no Brasil em 2024 

Segundo dados da Companhia Nacional de Abastecimento (CONAB), a safra total de café no Brasil em 2024 deverá ser de aproximadamente 58,8 milhões de sacas, número 6,8% maior que o ano anterior (55,1 milhões).

Para o café Arábica, o aumento foi de 8,2%, visto que, neste ano, a produção deverá ser de 42,1 milhões de sacas, frente a 38,9 milhões de sacas em 2023. 

Já o Conilon, deverá registrar um aumento de 3,3% em sua safra de 2024 (16,7 milhões de sacas) quando comparado com a de 2023 (16,2 milhões de sacas).

Fonte: ABIC
Foto: Pexels-Pixabay